No episódio dessa semana do DriftCast, o podcast oficial da Super Drift Brasil, os nossos especialistas em Drift respondem e tiram as dúvidas de ouvintes e apaixonados pelo esporte.

A mesa dessa semana é composta pelo CEO da SDB, Neto, o diretor de prova, Ricardo Manzo, um dos juízes principais da SDB, Fernando Castro, e o chefe box, Felipe Hypólito. Os assuntos abordados foram os mais variados, desde o critério dos juízes nas avaliações até o caminho que um piloto deve percorrer até chegar na SDB.

Você sabia que o Drift é um dos únicos esportes automobilísticos, no mundo, que a colocação não é definida por tempo e que não ganha quem chega em 1º? É isso mesmo!

Para conhecer mais sobre o Drift e se aprofundar no esporte, confira abaixo um resumo dos temas discutidos no episódio e as respostas dos nossos especialistas para as dúvidas dos nossos ouvintes.

Quais os critérios dos juízes nas avaliações das voltas? Os critérios mudam de juiz para juiz?

Os critérios utilizados são bem diferentes do qualify. Na classificação/ qualify, cada juiz é responsável por um quesito (linha, ângulo e estilo).

Nas batalhas, todos os juízes ficam observando o que está acontecendo na pista. Eles analisam a volta por completo e precisam estar muito bem alinhados entre eles.

É avaliado a volta da frente de um piloto com a volta da frente do outro piloto, e a volta de trás de um piloto com a volta de trás do outro piloto. Os critérios são os mesmos entre todos os juízes.

O piloto pode dar carona para o mecânico para ir aos boxes?

Em treinos livres, o piloto pode levar mecânico, chefe de equipe ou um outro piloto, para dar dicas e fazer um acerto de carro. No entanto, o passageiro deve estar vestido com todos os equipamentos de segurança.

Essa condição, de o piloto levar um outro avaliador, tem que, obrigatoriamente, ser da equipe dele, que tenha haver com a parte técnica e desportiva dele.

Por quais etapas deve passar um piloto até chegar a competição da Super Drift Brasil?

Normalmente, o início de todo piloto é fazendo manobras em estacionamento abandonado, kartódromo, em lugares assim.

Antes de o piloto passar por uma avaliação, ele envia vídeos praticando Drift, além de fotos do carro.  Após uma triagem, o piloto pede uma autorização para a SDB para uma avaliação desportiva, realizada por juízes especialistas e em uma pista oficial, nos treinos livres.

Para participar dessas sessões, o piloto e o carro devem passar pela pré-vistoria de segurança e possuir todos os componentes obrigatórios.

Carros de tração dianteira, adaptados para tração traseira, serão permitidos?

Eles são permitidos, desde que esse carro esteja previsto ter tração integral para outros projetos, fora do Brasil.

Um bom exemplo são carros com tração 4×4 que podem se transformar em apenas tração traseira, pois a categoria deixa esse tipo de veículo competir.

Lembrando sempre que o Drift não é feito por carros com tração 4×4, foi citado esse tipo de carro, pois tem a estrutura que permite a instalação de uma tração traseira e que vai deixar as rodas dianteiras livres.

Quando o piloto perseguidor dá um toque ou uma empurrada no líder, quem perde ponto?

Se o piloto perseguidor dá um toque ou empurra o líder, ele é responsável por isso, principalmente se for em uma zona de desaceleração. Pois, já está previsto no regulamento que essa é uma zona onde o líder pode diminuir a velocidade para fazer um ajuste de ângulo ou de linha.

É muito importante salientar que o carro de Drift não foi feito para bater no outro, tem uma delicadeza, são materiais nobres. Drift é um espetáculo e isso não é os carros se baterem.

Pode reforçar o agregado na Rollcage?

Não é uma possibilidade viável, pois o agregado é uma peça de suspensão, aparafusado na carroceria. Enquanto o rollcage vai soldado dentro do habitáculo, tendo pontos de solda no monobloco.

Nas batalhas, o perseguidor pode usar o freio de mão quanto quiser ou isso tira pontos dele?

A utilização do freio de mão pelo piloto perseguidor, muitas vezes, tira pontos. Existe uma marcação nas rodas, para os juízes saberem, no meio da fumaça e da velocidade, quando a roda traseira está travada.

Se ele precisa utilizar muito o freio de mão, ele está mostrando para os juízes que não está conseguindo fazer Drift, está apenas puxando o freio de mão e escorregando. Drift é travar as rodas e derrapar.

O freio de mão deve ser usado apenas em pequenas correções.

Quantas câmeras os juízes tem para julgar?

A maioria das vezes, os juízes tem a visão da pista, pois estão localizados em posições privilegiadas para ver todo o circuito.

As câmeras servem apenas para auxilia-los, quando tiver algum ponto cego ou um detalhe que não conseguiram ver.

Além da visão privilegiada deles, os juízes tem o auxílio de 8 a 10 câmeras, dependendo do traçado.

No evento da Megaspace, em 2020, por conta da COVID, dos três juízes apenas o Fernando estava na pista, o Ryan no Canadá e o Rob no Japão. Mesmo em outros países, o Ryan e Rob tinham as mesmas imagens que o Fernando tinha da pista, através de 8 ou 9 câmeras, contando com o drone, que foram utilizadas.

O evento foi um espetáculo e graças a excelência da tecnologia utilizada pela SDB, os juízes em outros países puderam avaliar as disputas.

Os carros precisam ter o mesmo nível de potência para a batalha?

No Drift, é mais importante ter controle do veículo do que um carro potente.

Os carros não precisam ter o mesmo nível de potência. Tiveram ótimos pilotos que despontaram no Drift, usando carros menos potentes.

O piloto precisa conhecer o seu carro, extrair 100% do seu veículo e dar o seu melhor. Isso é que vai fazer a diferença, no Drift.

Quando os dois carros rodam, sem ninguém atrapalhar. Como faz o desempate?

Isso nunca aconteceu na SDB, mas caso venha a ocorrer, os pilotos vão refazer o trajeto para um desempate.

Por que na largada do líder, os cones fazem uma curva?

Essa curva é chamada de chicane, onde o líder é obrigado a fazer, com o objetivo de ajudar o perseguidor a manter a distância no ato do arremesso.

Ou seja, quando a volta for iniciada e houve a arrancada, o perseguidor vai estar mais próximo do líder. O regulamento permite que ele esteja até, no máximo, na linha do para-choque do carro do líder.

Por que não são usados os pneus semi slick no Brasil?

Eles não são permitidos nas provas da SDB, com o objetivo de equilibrar a competição. Visto que nenhuma empresa no Brasil fabrica esse tipo de pneu, ou seja são pneus importados e muito caros.

Com isso, um piloto que tivesse uma condição financeira melhor poderia importar esses pneus e se beneficiaria disso, causando um desequilíbrio na competição.

Além disso, o pneu semi slick exige muito mais dos carros, tem muito mais área de atrito, muda toda a concepção do carro e é totalmente diferente do que temos de disponível para o Drift, no Brasil.

Qual a função do touch and go?

É uma função criada para dar fluidez no traçado quando tem uma reta. Em alguns casos é pontuado e em outros não.

Quando o piloto se aproxima da zona de pontuação, o ideal é que ele já entre e permaneça com o mesmo ângulo e a mesma linha, para ter a pontuação máxima.

No entanto, existem locais que existem retas muito grandes, impossibilitando o carro de ficar fazendo Drift durante tanto tempo de lado. Nesse casos, é desenhado uma caixa vazia onde o piloto deve apenas tocar com a traseira do carro e ir embora.

Na largada das batalhas, se tocar no cone, precisa reiniciar a largada?

Se apenas tocar e o cone se mover, mas não sair de dentro da demarcação na pista, continua a prova. Porém, se houver o toque e o cone for derrubado ou sair da demarcação na pista, é dado bandeira vermelha e a largada deve ser reiniciada.

A largada pode ser reiniciada 3 vezes e se o mesmo piloto derrubar o cone as três vezes, ele perde a batalha.

Por que caminhonetes não são permitidas no campeonato?

Caminhonetes não são permitidas no campeonato, desde que seja de médio ou grande porte, pois possuem chassi ou carroceria aparafusada, não sendo um veículo feito em monobloco.

Pode ser que no futuro seja permitido, mas hoje, os regulamentos de Drift, no mundo inteiro, não permitem

Gostou da matéria, ficou com alguma dúvida, quer fazer perguntas? Escreva nos comentários que iremos responder com todo prazer.

O episódio completo do DriftCast está disponível no Youtube, Spotify e Deezer.

Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro de tudo o que acontece no mundo do Drift.