A temporada 2020 será especial para David Almonacid. Com um ano e meio de carreira no drif, o piloto se prepara para o debute no Super Drift Brasil, e a empolgação não poderia ser maior. No ano passado, a estreia em competições oficial aconteceu no SDPaulista. Agora, ele traça planos realista para a temporada, e a expectativa é evoluir cada vez mais sua forma de guiar.

O drift foi amor à primeira vista, como ele nos contou em conversa com a gente. E David falou muito mais. Confira:

SDB: David, como o drift chegou até você?

David: Eu sempre gostei muito de automobilismo, então procurava um hobby na área. Tentei algumas coisas, mas nada havia mexido comigo. Até que eu experimentei o drift, e fiquei encantado. Eu já gostava de drift, mas quando guiei pela primeira vez foi incrível.

SDB: Foi amor à primeira vista?

David: Foi, foi. Tem pouco tempo, então é uma paixão ainda recente, mas que cresce muito.

SDB: E como foi seu início no drift?

David: Não foi nada fácil. Guiar um carro de drift é muito complicado, requer muita atenção, cada detalhe é importante. Meu principal talento como piloto é ser dedicado. Cada dia eu me dedico para evoluir. Sou muito competitivo, então quero sempre estar melhor.

SDB: Então podemos esperar planos audaciosos para sua temporada de estreia no SDB?

David: Não (risos). Minha expectativa para a temporada é uma só: aprender. Quero adquirir muito conhecimento como piloto nas etapas. Estar próximo dos melhores pilotos da América Latina será ótimo para isso. Não penso em ganhar etapas agora, mas lógico que almejo bons resultados. Mas, sem dúvidas, meu maior foco é no aprendizado.

SDB: Como você tem se preparado os desafios que a temporada oferecerá a todos?

David: Não é da forma como eu queria, mas acabou que essa pausa por conta do novo coronavírus me ajudou na preparação. Tenho aproveitado para treinar no simulador. Estou há algumas semanas treinando nele.

SDB: Fale um pouco sobre a experiência no SDPaulista.

David: Foi bem legal,importante para eu começar a ganhar experiência de competição. Meu carro acabou quebrando, então competi com o reserva. Mas foi uma experiência bacana.

SDB: Na ocasião, você não correu com seu Corvette C6, carro que você usará no SDB.

David: Isso. Estamos fazendo alguns ajustes para estrear com o carro 100%, mas essa quarentena deixou tudo um pouco mais complicado. Atrapalhou alguns planos, mas estamos na luta para deixar tudo pronto o mais rápido possível. Vou mudar os faróis, definir a plotagem. Não sei se será o carro mais bonito do grid, mas certamente será um dos mais diferentes.

SDB: Para sua temporada de estreia, o que os fãs podem esperar de você?

David: Podem esperar muita agressividade. Será pé embaixo, mas com a inteligência para aprender muito. Pode faltar experiência, mas coragem não faltará.